segunda-feira, 30 de junho de 2014

Indicação de blog sobre a Maçonaria (Jovem Maçom)

     A indicação de site sobre a Maçonaria é o blog Jovem Maçom.
Link para o blog => Jovem Maçom
     O blog Jovem Maçom é um portal de estudos maçônicos, cujo foco principal na História de Maçonaria.
    Um dos métodos de apresentação utilizados pelo blog Jovem Maçom é o estudo histórico com base na análise individual por datas. Neste caso, cada data é analisada especificamente, sendo destacados os fatos mais importantes daquele dia.
Cada data analisada no blog apresenta um destaque visual.
   O blog Jovem Maçom oferece, no topo da sua página, diversas formas de visualizar e de organizar seu conteúdo, através dos modos: clássico, flipcard, revista, mosaico, menu lateral, fotografia e linha do tempo.
     A leitura do blog Jovem Maçom oferece um significativo conjunto de informações históricas relacionadas à Maçonaria brasileira e internacional.

domingo, 29 de junho de 2014

Convocação para a sessão de 15.07.2014

     A Administração do Mui Poderoso Consistório de Príncipes do Real Segredo Nº 1 comunica aos maçons dos Graus 31, 32 e 33 e regulares com o Supremo Conselho do Brasil do Grau 33 para o Rito Escocês Antigo e Aceito que, às 18:00 horas do dia 15 de julho de 2014, será realizada a Sessão de Instrução do Grau 31 (Grande Inspetor Inquisidor Comendador), na Câmara Filosófica do Consistório Nº 1, localizada na Sede do Supremo Conselho do Brasil do Grau 33 para Rito Escocês Antigo e Aceito, sito no Campo de São Cristóvão nº 114, bairro de São Cristóvão, Rio de Janeiro - RJ.
    Sendo assim, os maçons pertencentes ao quadro de obreiros do Consistório Nº 1 estão convocados para participarem da sessão.

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Indicação de filme (A História de Deus)

     Um dos principais símbolos do Grau 32 (Sublime Príncipe do Real Segredo) do Rito Escocês Antigo e Aceito é a Cripta do Grandes Filósofos (ou Cripta das Grandes Luzes).
Link para entender o que é uma => Cripta

   Nessa cripta estão representados oito dos mais importantes filósofos que influenciaram a história da Humanidade, devido aos seus pensamentos e exemplos de vida.
Os filósofos da Cripta das Grandes Luzes são: Buda, Confúcio,
Hermes, Jesus, Maomé, Moisés, Platão e Zoroastro.
   Acesse o link abaixo e assista o excelente documentário: A História de Deus, no qual são apresentadas as histórias dos diversos segmentos religiosos que surgiram nos últimos cinco milênios e que estão relacionados aos quatro importantes filósofos da Cripta das Grandes Luzes: Zoroastro (Zoroastrismo), Moisés (Judaísmo), Jesus (Cristianismo) e Maomé (Islamismo).
Link para o documentário A História de Deus => Parte 1 Parte 2 Parte 3

quarta-feira, 25 de junho de 2014

Estudo do quadro: From darkness to light (Parte 2)

  Dando continuidade ao estudo do quadro FROM DARKNESS TO LIGHT.
Quadro "From darkness to light"
Link para => Parte 1 deste estudo
      A primeira análise é o estudo do significado do nome do quadro, ou seja, em português: DAS TREVAS PARA A LUZ.
    A luz e as trevas estão entre os mais importantes símbolos maçônicos.
     De um modo geral, a Simbologia Maçônica aponta que a luz está associada ao conhecimento, à vida, ao sol, à atividade e ao dia. Já as trevas (ou escuridão), estão associadas à ignorância, à morte, à lua, à passividade e à noite.
    Simbolicamente, claridade e escuridão são usados como forma de enfatizar as características de um determinado episódio.
Conforme a tradição hindu, o jovem Krishna, no momento do seu nascimento,
foi envolvido por uma luminosidade especial.
A execução da sentença de morte de Sócrates, por envenenamento, 
é representada, geralmente, numa cela escura, ou numa penumbra.

    De todo modo, luz e trevas são símbolos da mesma grandeza e não são bons, nem maus, por si só. Seus significados devem ser interpretados de acordo com o contexto em que são empregados.
    Tradições místicas como a Alquimia, a Astrologia e a Cabala (ou Kabala, ou Kabalah) utilizam o antagonismo entre luz e trevas nos seus ensinamentos.
      No Rito Escocês Antigo e Aceito, a chegada da luz é de tal importância, que marca o nascimento (ou renascimento) do iniciado maçom. Ou seja, da mesma forma que na Alegoria da Caverna, ensinada por Platão, o novo maçom emerge, simbolicamente, de um mundo subterrâneo de escuridão para um mundo luminoso.

Link para => Alegoria da Caverna
   Mesmo em outras culturas, a luz tem significado associado ao conhecimento, ao aperfeiçoamento pessoal e à elevação espiritual.
  Artisticamente, personagens como: Gandhi, a(s) Nossa(s) Senhora(s), Buda, Jesus, Maomé, Zeus e Zaratrusta, entre outros, são representados, muitas vezes, envolvidos em halos (ou nimbus) luminosos, a fim de destacar suas condições especiais.

   O Rito Escocês Antigo e Aceito, cuja gestação ocorreu durante o Século XVIII (Século das Luzes, ou do Iluminismo), assimilou filosoficamente o conceito de iluminação
  Na visão iluminista, apenas o uso exclusivo da Razão conduz o Homem a sair das trevas da ignorância para a luz do conhecimento.

No decorrer da Revolução Francesa, durante o 
Reino do Terror, patrocinado principalmente por 
Robespierre, Razão teve tal importância que 
chegou a ser cultuada oficialmente como uma deusa.
    Concluindo, do ponto de vista maçônico, é possível afirmar que a passagem do Homem "das trevas para luz” deve ser compreendida como um conceito exclusivamente relacionado à sua evolução filosófica e moral, e não associado aos aspectos religiosos.

terça-feira, 24 de junho de 2014

Revista O Consistório - Edição Nº 15 (Versão para download) - RELANÇAMENTO

   O dia 24 de junho é uma data especialmente comemorada na Maçonaria.
      A razão histórica dessa comemoração é a fundação, em 24 de junho de 1717, da Grande Loja Unida da Inglaterra (link para => GRANDE LOJA UNIDA DA INGLATERRA), considerada a primeira potência maçônica da atualidade e, por isso, a fundadora da Maçonaria Especulativa.
Consistório de Príncipes do Real Segredo
Brasão da Grande Loja Unida da Inglaterra
     A segunda razão para a comemoração dessa data não é de origem histórica, mas relacionada à tradição cristã. 
   O dia 24 de junho é dedicado, pela Igreja Católica, à celebração do profeta, mártir e eremita João Batista, pregador e anunciador da vinda de Jesus, o Cristo (ou Jesus de Nazaré).

Consistório de Príncipes do Real Segredo
O batismo de Jesus, por João Batista, nas águas do rio Jordão, 
marcou simbolicamente o início do seu ministério como o Cristo. 
     Em razão do papel que realizou como pregador na Judéia, João Batista é considerado, em diversas tradições cristãs ortodoxas, como o precursor de Jesus de Nazaré, importante personagem da Cripta dos Grandes Filósofos, do Grau 32 (Sublime Príncipe do Real Segredo).
      Simbolicamente, João Batista é o mártir que preferiu ter a garganta cortada, a ter que abrir mão das suas Verdades.
       A Administração do Consistório Nº 1, reconhecendo o dia 24 de junho como uma importante data do calendário maçônico, comemora esta passagem com o retorno da Revista O Consistório, após 12 anos de interrupção.
        Segue abaixo a Edição Nº 15 da Revista O Consistório.

Homenagem a São João, padroeiro da Maçonaria (2014)

    Os ensinamentos maçônicos afirmam que São João é o padroeiro da Maçonaria. Contudo, não existe um consenso sobre qual São João é o nosso verdadeiro patrono.
   Para não errar, o Blog do Consistório Nº 1 homenageia hoje, dia 24 de junho de 2014, os três mais conhecidos candidatos a Padroeiro da Maçonaria.

I - São João Batista (ou São João, o Batista)
    João Batista foi um eremita, profeta e pregador que viveu na Judéia, no início do Século I. 
   Conforme narra o Livro da Lei (ou Bíblia), o título de batista referia-se ao fato de João Batista pregar um batismo de arrependimento e, posteriormente, batizar os arrependidos.
João Batista era pregador na Judéia,
e atuava nas proximidades do rio Jordão.

    João Batista, além de anunciar a vinda do Messias, era um severo crítico do governo romano na Judéia, tendo sido, por isso, perseguido e executado.
   A morte de João Batista,
decapitado, possui forte significado maçônico. Simbolizando a mensagem de um homem que prefere ter a garganta cortada, a negar a sua Verdade pessoal.

    A fim de ilustrar o episódio da decapitação do profeta João Batista, seguem abaixo dois links para o filme Salomé, estrelado, em 1953, por RITA HAYWORTH.
Link para o filme => Salomé (Opção 1)
Link para o filme => Salomé (Opção 2)


II - São João Evangelista (ou São João, o Evangelista, ou Apóstolo João)
     O apóstolo João foi o mais jovem dos doze discípulos de Jesus Cristo, e viveu entre os anos 6 e 103 da Era Cristã.

   De acordo com o Livro da Lei, João foi o mais fiel discípulo e acompanhou Jesus até o instante da sua crucificação, no Gólgota.
O apóstolo João escreveu o
Apocalipse durante o seu exílio
 na ilha de Patmos, na Grécia.

   As obras bíblicas de João Evangelista são: suas três Epístolas, o Evangelho segundo São João e o Livro do Apocalipse. Nesse último livro, o apóstolo narrou sua visão profética dos Últimos Dias e a vinda da Jerusalém Celestial, estudada no Grau 19 (Grande Pontífice, ou Sublime Escocês) do Rito Escocês Antigo e Aceito.

Link para o estudo sobre => Jerusalém Celeste


     Maçonicamente, o exemplo de vida deixado por São João Evangelista, ressalta a fidelidade, o companheirismo e a lealdade como virtudes maçônicas fundamentais.
    A fim de ilustrar a vida de João, o Evangelista, seguem abaixo três links para o filme Apocalipse, estrelado por RICHARD HARRIS.

Link para o filme => Apocalipse (Opção 1)
Link para o filme => Apocalipse (Opção 2)
Link para o filme => Apocalipse (Opção 3)

III - São João de Jerusalém (ou São João Esmoler, ou São João Esmoleiro)
    São João de Jerusalém nasceu em Chipre, no ano de 550 depois de Cristo.
  Ao longo da vida sacerdotal, São João Esmoler foi patriarca e bispo da cidade de Alexandria, no Egito, onde desenvolveu um trabalho de filantropia destinado aos pobres.

Durante o bispado em Alexandria,
João Esmoler chegou a distribuir
bens da própria Igreja para os pobres.

   São João Esmoleiro atuou também na cidade de Jerusalém, onde criou organizações (pequenos hospitais e abrigos) destinados a socorrerem os cristãos feridos e peregrinos que visitavam o Santo Sepulcro e a Cidade Santa. Essas organizações estão na origem da criação da Ordem de São João de Jerusalém (ou Ordem dos Cavaleiros Hospitalários), posteriormente denominada Soberana Ordem Militar e Hospitalar de São João de Jerusalém, Rodes e Malta (link para => Ordem de São João de Jerusalém, Rodes e Malta).
   O exemplo de São João Esmoler está diretamente relacionado à caridade e à fraternidade que devem inspirar o comportamento maçônico.

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Indicação de site sobre a Maçonaria (Revista Universo Maçônico)

    A indicação de site sobre a Maçonaria é a página Revista Universo Maçônico, publicada pela Editora Domínio.
   O site Revista Universo Maçônico é um portal que oferece diversos serviços na área da cultura maçônica.
   A partir do site é possível acompanhar a Revista Universo Maçônico pelo Twitter, acessar a página do Guia Maçônico Nacional, enviar matérias para publicação, acessar as edições anteriores, além de outros serviços.
   O site Revista Universo Maçônico publica estudos variados referentes a História da Maçonaria, Filosofia, Simbologia e Doutrina maçônicas, além de atualidades sobre a Maçonaria no Brasil e em outros países.
   No site também são tratados temas como a administração das lojas e o desenvolvimento ritualístico das sessões, bem como possui uma coletânea de crônicas e de colaborações de maçons, com diversos textos bem elaborados.
    A visita ao site Revista Universo Maçônico oferece um grande conjunto de informações, organizadas de modo a facilitar o acesso do leitor.

domingo, 22 de junho de 2014

Carta Constitutiva (ou Diploma de Regularização) do Consistório Nº 1.


Estudo do quadro: From darkness to light (Parte 1)

      A pinacoteca do Supremo Conselho do Grau 33 para Rito Escocês Antigo e Aceito possui diversas obras alusivas aos temas maçônicos. Contudo esse acervo exibe, em um local de destaque, o quadro “From darkness to light” (traduzindo: "da escuridão para a luz").
O quadro FROM DARKNESS TO LIGHT está fixado no espaço
térreo do Complexo Arquitetônico do Supremo Conselho,
próximo à loja de livros e materiais maçônicos.
     O quadro “From darkness to light” é uma clássica obra de arte maçônica, criada no início do século XX, pertencente à Grande Loja da Colúmbia Britânica (Link para => Grande Loja da Colúmbia Britânica)a qual está repleta de símbolos relacionados às antigas tradições europeias, hebraicas, alquímicas, gregas e cristãs, entre outras.
A obra foi publicada pela primeira vez em 1908, pela M. W. Hazen Company.
    A análise desse quadro permite que sejam analisados temas presentes desde o Grau 1 (Aprendiz Maçom) até o Grau 33 (Grande Inspetor Geral) do Rito Escocês Antigo e Aceito. 
   Nos complementos seguintes deste estudo, será feita a análise pormenorizada do quadro “From darkness to light”, com o intuito de apresentar cada símbolo, associando-o a seus possíveis significados maçônicos e origens.

sábado, 21 de junho de 2014

Indicação de blog sobre a Maçonaria (A Maçonaria Revelada)

   A indicação de site sobre a Maçonaria é o blog A Maçonaria Revelada, de autoria do maçom EDSON DE SOUZA COUTO.
Link para o Blog => A Maçonaria Revelada
   O blog A Maçonaria Revelada é um portal de estudos maçônicos, o qual aborda temas como: a legislação, a cultura, a história e a tradição maçônicas, entre outros assuntos.
EDSON DE SOUZA COUTO é escritor
e pesquisador maçom
  O blog disponibiliza acesso a outros portais de interesse maçônico, bem como a textos online e a várias pesquisas.
   A visita ao blog A Maçonaria Revelada oferece ao leitor um interessante conjunto de informações atualizadas sobre a Arte Real.

segunda-feira, 16 de junho de 2014

Origens das diferenças entre os Graus Simbólicos e os Altos Graus (Parte 2)

    Dando continuidade ao estudo das diferenças entre os Graus Simbólicos (ou Graus Universais) e os Altos Graus (ou Graus Superiores).
Link para a => Parte 1 deste estudo.
    As origens europeias do Rito Escocês Antigo e Aceito, antes da sua criação oficial, remontam à Escócia e à Inglaterra, num período que se estende aproximadamente entre os séculos XVI e XVIII.
    A formação do Rito Escocês Antigo e Aceito e sua diferenciação em relação aos demais ritos maçônicos ocorreu, principalmente, quando a Maçonaria Inglesa ingressou na França.
Links para => Ingresso da Maçonaria na França - Parte 1 e Parte 2 -
  No território francês, a tradicional Maçonaria inglesa recebeu influências da nobreza e dos intelectuais franceses.
    Antes da sua chegada na França, a Maçonaria (com muitas características operativas) possuía apenas os três Graus Universais: Aprendiz (Grau 1), Companheiro (Grau 2) e Mestre (Grau 3)
   Ao desenvolver-se no território francês, a Arte Real ampliou seus estudos, criou novos ritos e o aumentou o número de graus praticados em cada rito.
Consistório de Príncipes do Real Segredo
Emblema do Rito de Memphis-Misraim, um dos diversos ritos
maçônicos  criados na França, a partir da chegada da Maçonaria.
   Particularmente, em relação a Rito Escocês Antigo e Aceito, os graus criados após o Grau 3, direcionaram seus estudos para a Filosofia, a Mitologia e a História das antigas civilizações do entorno do Mar Mediterrâneo (principalmente Egito, Roma, Pérsia, Grécia e Palestina).
   Deste modo, o Rito Escocês Antigo e Aceito incorporou princípios como liberdade, igualdade e fraternidade (pertencentes ao Iluminismo Francês), assimilou o entendimento de que o destino do Homem depende apenas das suas decisões racionais, independentemente da(s) vontades(s) divina(s) e aderiu à crença de que todo o Universo é regido por leis naturais e imutáveis (ideias oriundas do Racionalismo Filosófico).
Consistório de Príncipes do Real Segredo
 Na França, surgiu a crença de que a Maçonaria havia sido criada
pelos cavaleiros da nobreza 
que combateram nas Cruzadas, e não pelos
operários que trabalharam na construção do Templo de Salomão.
   Com base nessas influências, os rituais desenvolvidos a partir do Grau 4 (Mestre Secreto) incluíram estudos relacionados à tradições cristã (especialmente a templária) e judaica, bem como às mitologias gregas, romanas e árabes.
   Uma das características mais marcantes dessas novas influências foram os nomes dos graus criados. As nomenclaturas adotadas não mais se referiam às hierarquias de pedreiros ou de artesãos, mas aos títulos da nobreza e aos personagens das Mitologias.
   A mudanças incorporadas à organização, filosofia e à doutrina maçônicas permitiram um amplo crescimento da Maçonaria na França no século XIX.
    A fim de melhor entender o contexto de criação dos Altos Graus do rito Escocês Antigo e Aceito, segue abaixo um quadro comparativo das características que diferenciam os Graus Simbólicos e os Altos Graus.
graus superiores

domingo, 15 de junho de 2014

Continuação da Revista O Consistório.

     A Revista O Consistório foi publicada entre os anos de 1996 e 2002, perfazendo o total de quatorze edições.
     Com a publicação neste Blog da Edição Nº 14 da Revista O Consistório (link para => Edição Nº 14), concluiu-se a tarefa de divulgação das antigas edições dessa revista.


    Atualmente, visando retomar a publicação desse importante instrumento de divulgação da cultura maçônica, encontra-se em fase final de elaboração, a Edição Nº 15 da Revista O Consistório.
     Para essa nova etapa de public
ações, foi definida uma Comissão Editorial, a qual ficará responsável por definir, durante as reuniões administrativas do Consistório Nº 1: a periodicidade da revista, os critérios de escolha dos textos a serem publicados, o número de páginas, bem como: o design, o conteúdo e a apresentação do material.

    Os temas da revista serão: estudos sobre o Grau 31 (Grande Inspetor Inquisidor Comendador) e sobre o Grau 32 (Sublime Príncipe do Real Segredo), Literatura, Música, estudos variados sobre o Rito Escocês Antigo e Aceito e textos cultura geral.
      Tal como já acontece neste Blog, os assuntos divulgados não abordarão assuntos relacionados aos mistérios da Maçonaria, ou seja: sinais, toques, palavras ou gestos maçônicos.

Consistório de Príncipes do Real Segredo
Escritores, como Machado de Assis, estarão presentes
nas futuras edições da Revista O Consistório.
   A nova versão da Revista O Consistório será exclusivamente digital, em formato de arquivo .pdf, e ficará disponibilizada para download no Blog do Consistório Nº 1. 
     Caso o leitor não possua o aplicativo para abrir arquivos em formato .pdf, baixe-o num dos links abaixo: 

    Contamos com a parceria dos maçons membros e não membros do Consistório Nº 1, bem como com os leitores não-maçons, para apoiarem a Administração do Consistório Nº 1 na divulgação da Revista O Consistório.

A Alquimia e o Rito Escocês Antigo e Aceito

    Na Europa, durante a Idade Média, a Alquimia viveu um período de grande desenvolvimento.
  Diversos estudiosos, místicos e religiosos (entre eles: Paracelso e Nicolas Flamel) dedicaram grande parte de suas pesquisas em laboratórios, na busca por produtos, substâncias e medicamentos com propriedades mágicas.
  Para auxiliar na realização das suas pesquisas, os alquimistas usavam antigos conhecimentos, obtidos na Cabala judaica, no Hermetismo egípcio e no misticismo cristão e árabe.
   Um dos conhecidos objetivos dos alquimistas era a criação de um processo de purificação (transmutação) que transformasse metais inferiores, como o chumbo, em ouro (busca da Pedra Filosofal). Essa busca foi chamada Magnum Opus (ou Grande Obra, ou Grande Obra Alquímica).
     Outros estudos que mobilizaram os alquimistas, foram as pesquisas voltadas ao desenvolvimento de uma medicação que prolongasse indefinidamente a vida humana (Elixir da Longa Vida, ou Elixir da Vida Eterna).
   Ainda na Idade Média, foram realizados estudos alquímicos baseados na crença de que, a partir dos quatro elementos básicos da natureza (ar, água, fogo e terra), era possível a criação de um homúnculo (nas tradições da Cabala, era chamado de golem). Segundo essa crença, seria possível criar um pequeno homem em laboratório, a partir de materiais e processos apropriados.

Consistório de Príncipes do Real Segredo
Para alguns alquimistas, dentro do espermatozóide já existia o
homem pronto, em estado minúsculo, aguardando apenas um
útero para desenvolver. Deste modo, sob determinadas condições,
seria possível desenvolver o homúnculo em laboratório.
    Todos esses experimentos tinham como base a fé dos pesquisadores em resultados mágicos, que misturavam pesquisas laboratoriais com antigos rituais. 
   Para realizarem seus trabalhos, esses primeiros “cientistas” desenvolveram instrumentos de laboratório que realizavam processos como: filtração, destilação, evaporação, dissolução, calcinação e centrifugação. Muitos desses instrumentos são usados ainda hoje pela Ciencia Moderna.
Maçonaria Mistérios
Nos laboratórios dos alquimistas poderiam ser encontrados:
 filtros, retortas, decantadores, cadinhos, destiladores e fornos. 
    A Maçonaria e, especialmente, o Rito Escocês Antigo e Aceito, tomando por base o desejo de "transmutar" simbolicamente espírito humano, assimilou diversos símbolos e tradições da Alquimia.
    Os primeiros símbolos que se pode citar, são encontrados da decoração da Câmara da Reflexões, entre eles estão o sal, o enxofre e o crânio com tíbias. Os dois primeiros, significam os elementos típicos da transformação alquímica e o terceiro, relembra que é através da morte simbólica, que a vida se purifica.

maçonaria
Para a Alquimia, os emblemas relacionados à morte 
tem o significado de purificação e renovação.
    Outra influência maçônica da Alquimia, é o estudo do personagem Tubalcaim, encontrado no Grau 3 (Mestre Maçom), o qual faz referência ao princípio da purificação pelo fogo, através da metalurgia.
Na mitologia grega, Tubalcaim está associado ao deus Hefesto
(ou Vulcano, para os romanos), o ferreiro e artesão dos deuses. Conforme
a lenda, Hesfesto detinha a antiga tecnologia de transformação dos metais
.
   No Grau 32 (Sublime Príncipe do Real Segredo), a principal referência à Alquimia é a presença do filósofo Hermes Trimegista na Cripta das Grandes Luzes (ou Cripta dos Grandes Filósofos). Esse personagem escreveu as obras Corpus Hermeticum e Tábua de Esmeralda (ou Tábua Esmeraldina), as quais lançaram as bases para a criação da Alquimia.
    Clique no link abaixo e acesse o vídeo sobre os alquimistas das Idade Média, que complementa esse estudo.

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Indicação de site sobre a Maçonaria (Bibliot3ca Revista Text & Texts)

    A indicação de site sobre a Maçonaria é o portal Biblioteca Revista Text & Texts, cujo Editor-Chefe é JOSÉ ANTÔNIO DE SOUZA FILARDO.
    BIBLIOT3CA REVISTA TEXT & TEXTS é uma revista digital, divulgadora de artigos com temática maçônica, que conta com a participação de textos de vários autores.
O Editor-Chefe, J. FILARDO, além da edição, é o responsável 
pela tradução de diversos textos encontrados na revista.
   Os textos apresentados na revista estão relacionados à: história, à filosofia, à doutrina, à mitologia, à ritualística e à organização maçônicas, entre outros assuntos.
    O site BIBLIOT3CA REVISTA TEXT & TEXTS trata de forma aprofundada diversos temas da Maçonaria Antiga e propõe questões variadas relativas à Maçonaria na Modernidade.
    Entre os trabalhos publicados, são encontrados textos de reconhecidos autores, como: ANTÔNIO ONIAS NETO, JOSÉ MARIA BONACHI BATALLA, JOÃO EVANGELISTA MARTINS TERRA, WILLIAM STEVE BURKLE, WILLIAM ALMEIDA DE CARVALHO, TREVOR JENKINS, entre outros.
     A leitura do site BIBLIOT3CA REVISTA TEXT & TEXTS apresenta ao leitor um expressivo conjunto de informações atuais e detalhadas sobre a Maçonaria Brasileira e a Maçonaria Mundial.
A imagem de um vitral repleto de símbolos maçônicos é o
cartão de visita do site BIBLIOT3CA REVISTA TEXT & TEXTS 

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Personagens do Grau 32 (Ciro II, o Grande)

Consistório de Príncipes do Real Segredo
Ciro II, o Grande, forjou um dos
 maiores impérios da Antiguidade.
    A partir do ano de 598 a.C., teve início a deportação em massa do povo hebreu para a Babilônia, vencido pelo rei Nabucodonosor II, ficando esse fato conhecido como a Primeira Diáspora Hebraica.
  Durante os setenta anos seguintes, os hebreus exilados permaneceram como escravos na Babilônia.
     O fim da escravidão do Povo Escolhido só ocorreu após Ciro II, o Grande, rei da Pérsia, conquistar a Babilônia, autorizar o retorno do povo hebreu à Palestina e apoiar a reconstrução do Templo de Jerusalém, que recebeu o nome de Templo de Zorobabel.
    Sob o governo de Ciro II, o Grande, o império persa viveu seu apogeu, estendendo-se do atual território do Afeganistão até as bordas do Mar Mediterrâneo, na Palestina.
Príncipes do Real Segredo
O império persa dominou cidades antigas importantes como:
Damasco, Tiro, Tarso, Atenas, Mênfis, Samarcanda e Bizâncio.
    Clique no quadro abaixo e acesse o áudio com uma breve biografia sobre Ciro II, o Grande, rei da Pérsia, importante conquistador da Antiguidade e libertador dos hebreus do cativeiro babilônico.
video

Vídeo explicativo sobre o Supremo Conselho do Brasil do Grau 33 para o Rito Escocês Antigo e Aceito.

    Clique no link abaixo e acesse o vídeo explicativo sobre o Supremo Conselho do Brasil do Grau 33 para o Rito Escocês Antigo e Aceito, alusivo ao aniversário de 179 anos do dessa potência maçônica, ocorrido em 12 de novembro de 2011.

   No vídeo são apresentadas e explicadas as Câmaras Filosóficas da Augusta Loja de Perfeição Cruzeiro do Sul, do Sublime Capítulo Rosacruz Cruzeiro do Sul, do Ilustre Conselho de Kadosch Nº 1, do Mui Poderoso Consistório de Príncipes do Real Segredo Nº 1.
   Ainda no ensejo dos festejos do aniversário de 179 anos do Supremo Conselho do Brasil do Grau 33 para o Rito Escocês Antigo e Aceito, o Grão Mestre Geral do Grande Oriente do Brasil, MARCOS JOSÉ DA SILVA, e o então Grão Mestre Geral Adjunto, CLAUDIO ROQUE BUONO FERREIRA, visitaram as dependências da Administração e da Câmara Filosófica do Consistório Nº 1.
     Confira as fotos daquela histórica visita do Grão Mestre através do link abaixo.

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Expediente do Supremo Conselho durante a Copa do Mundo 2014

     Tendo em vista o período referente à realização dos jogos da Copa do Mundo 2014, a Administração do Consistório Nº 1 recebeu a seguinte orientação vinda do Supremo Conselho do Brasil do Grau 33 para o Rito Escocês Antigo e Aceito:
 - Nos dias 12, 13, 17, 18, 19, 20, 23, 24 e 25 de junho de 2014, não haverá expediente na Sede do Supremo Conselho.
- No dia 16 de junho de 2014 haverá expediente normal.
- A partir do dia 26 de junho de 2014, o expediente volta ao normal.
    Deste modo, está confirmada a realização da Sessão de Instrução do Grau 31 (Grande Inspetor Inquisidor Comendador), na Câmara Filosófica do Consistório Nº 1, às 18:00 horas, do dia 16 de junho de 2014.

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Indicação de site sobre a Maçonaria (Portal da Maçonaria)

    A indicação de site sobre a Maçonaria é o Portal da Maçonaria, administrado pela pesquisadora Cristiane Lopes.
Link para o site => Portal da Maçonaria

     O site Portal da Maçonaria apresenta diversos estudos relacionados ao Grau 1 (Aprendiz Maçom), Grau 2 (Companheiro Maçom) e Grau 3 (Mestre Maçom) do Rito Escocês Antigo e Aceito.
   No link Trabalhos e Pesquisas são apresentados estudos de forma simples, que facilitam a leitura e o entendimento de cada conteúdo.
   Através da leitura do site Portal da Maçonaria, o maçom pertencente aos Graus Simbólicos (Grau 1, Grau 2 e Grau 3), obterá uma boa fonte inicial para as suas pesquisas sobre a Arte Real (ou Ars Regia).

Personagens do Grau 32 (Frederico II, o Grande)

     Frederico II, o Grande, rei da Prússia (ou o Rei Filósofo), foi um dos mais destacados déspotas europeus. 
     Além de culto e apreciador da arquitetura, da pintura e da música francesas, Frederico II estimulou a implantação das ideias pregadas pelo Iluminismo. Durante seu período de governo à frente do Império Alemão, esse imperador, entre outras ações relevantes, decretou a abolição da servidão, aumentou a liberdade de imprensa, proclamou a liberdade religiosa e criou o Banco de Berlim.
Frederico II
Frederico II era um mecenas, protetor dos
músicos e pintores da sua época.
   Frederico II foi também um grande administrador e um vitorioso líder militar. Sua participação mais destacada foi na Guerra dos Sete Anos. Nessa ocasião, o Império Alemão resistiu em diversas batalhas, às tropas da França, da Rússia e da Áustria.
    Frederico II é um personagem importante na construção da história do Rito Escocês Antigo e Aceito. Sobre a sua imagem imperial foram criados diversos mitos, relacionados à sua participação na Maçonaria e na criação dos Altos Graus do Rito Escocês Antigo e Aceito.
    O Grau 32 (Sublime Príncipe do Real Segredo) estuda de forma destacada esse importante imperador europeu.
     Clique no link abaixo para acessar um documentário  da BBC sobre a vida de Frederico II, o Grande, rei da Prússia.

terça-feira, 3 de junho de 2014

Indicação de filme (O homem que queria ser rei)

A obra foi escrita por
Rudyard Kipling em 1888
.
    A indicação de filme é a aventura "O homem que queria ser rei", lançado em 1975, dirigido por John Houston.
    O filme é baseado no livro do mesmo nome de autoria do maçom, escritor e jornalista inglês Rudyard Kipling.
    A obra narra a história de dois maçons e ex-soldados do exército inglês, interpretados por Sean Connery e Michael Caine, que partiram numa aventura pelo interior do Continente Asiático, e chegaram a uma região esquecida, nos confins da Índia, chamado Kafiristão (ou Cafiristão).
   Nesse lugar isolado, os dois protagonistas maçons são confundidos, pelos sacerdotes e pelos habitantes locais, com personagens divinos e, por conta disso, passam a reinar na região. 
     No decorrer da obra, são apresentados aos expectadores diversos símbolos, imagens e objetos maçônicos, os quais trazem mais mistérios à aventura.
     O filme apresenta várias mensagens retiradas dos ensinamentos morais da Maçonaria. 
      Na obra são evidenciados aspectos humanos relacionados à honra, à moral, à ambição e à vaidade.
         Acesse os links abaixo para assistir o filme "O homem que queria ser rei" pela internet.

Indicação de blog sobre a Maçonaria (Pedra Oculta)

    A indicação de blog sobre a Maçonaria é a página Pedra Oculta, administrada por TIAGO ROBLÊDO, a qual publica diversos estudos sobre a Arte Real.
Link para o blog => Pedra Oculta

   O blog Pedra Oculta divulga estudos, pesquisados e embasados de forma sistemática, sobre a história, a mitologia e as tradições maçônicas, entre outros assuntos.
O blog Pedra Oculta existe desde novembro de 2013.
     Com base na leitura do blog Pedra Oculta, é possível obter importantes referências bibliográficas, que complementam e aprofundam os assuntos estudados no blog.