AGENDA 2017


7 comentários:

  1. Tenho uma convicção de que na lenda da morte de Ozires, a décima quarta parte de seu corpo perdido é a mesma palavra perdida, o corpo do mestre Hiram Abif escondido, a pedra oculta, aquele que esta no meio de nos, o todo poderoso; o portador da luz e um fragmento do GADU oculto no planeta terra para encontra-lo decifre a palavra VITRIOL e encontras a pedra oculta e o real segredo o resto são símbolos para se chegar a esta mesma verdade. Ozires significa a fenix renacida das cinzas, a natureza "morta" em outro sistema solar provavelmente em Sirius (Ver Albert Pike) e renascido aqui no planeta terra. " não há nada de novo debaixo do Sol; se alguem diz isto é novo; isto já existiu em tempos passados" (Eclesiastes, Salomão). Esta humanidade com toda a natureza já existiu em outro sistema solar e com um nível de perfeição muito mais elevado. Estamos engatinhado no caminho da perfeição da qual fizemos parte um dia e tudo que "inventamos" já havíamos criado em outro planeta de um sistema solar "proximo" O prometeus grego é este fogo que veio do espaço portando o DNA da vida neste outro sistema solar; é uma partícula "semeada" por uma grande explosão; mas estabeleceu-se aqui e se transformou no GADU para nos pelo menos a nível terrestre. Mas entretanto a ambição do homem é demasiadamente grande para ver com seus olhos físicos a verdadeira luz, sem que deseje prolongar sua vida indefinidamente tentando tomar do fruto da arvore do 'MEIO DO JARDIM" infelizmente temos que nos contentar com o simbolismo dos ritos maçônicos que nos remete a entrar na verdadeira loja maçônica construida por mãos não humanas e simplesmente imaginar que na hora que a venda e retirada estamos vendo a luz que nos criou e toda a sua gloria. O que eu disse so pode ser entendido por um maçon de alto grau que ja juntou todas as pedras do grande quebra cabeça da nossa origem e de toda a natureza enste planeta. A maçonaria atual ficou muito "moderna" e administrativa perdendo o verdadeiro objetivo que é o que homens escolhidos e dignos para conhecer nossa verdadeira origem e conhecermos onde o GADU pois as plantas dos seus pés.

    ResponderExcluir
  2. ERRATA: Ultimo paragrafo- onde se lê: as plantas dos seus pés, lê-se: a planta dos seus pés.

    ResponderExcluir
  3. Para tirar alguma dúvida escreva para: celiomestre3@gmail.com, e terei o maior prazer em pelo menos tentar ajudar. Somos todos aprendizes.

    ResponderExcluir
  4. Caro Sr Celio Machado, agradecemos a participação e a sua opinião acerca de aspectos místicos tão relevantes.
    Receba nosso tríplice abraço.

    ResponderExcluir
  5. Obrigado! Agradeço a recepçao de minhas ideias e retribuo o triplce abraço.

    ResponderExcluir
  6. Tomei a liberdade de publicar um comentário sobre o Grau 31 e a nova Jerusalém. Reitero que as opiniões ali descritas são pessoais apesar de ter varios elementos de filosofos consagrados e imortais e caso conteam algo de secreto espero que esteja em "Boas mãos". Lembrando uma celebre frase de Maimônides, rabino Judeu: " Se descobrirdes o mistério da criação dos seis dias, não divulgue e caso venha a divulgar, divulgue por meios obscuros" Isto é o que a sublime ordem faz a incontáveis anos.

    ResponderExcluir
  7. Para encontrar o comentário acima descrito, tem que entrar na pagina dos assuntos do grau 32( O GRANDE ACAMPAMENTO) e depois na coluna da direita no item arquivos de postagem do blog (O grau 31 e a Jerusalém celeste.)

    ResponderExcluir

A ADMINISTRAÇÃO DO CONSISTÓRIO Nº 1 AGRADECE A SUA PARTICIPAÇÃO.